Almanaque D’Elas será lançado em roda de conversa no Pará

Logo_conversa_2_lilas

O projeto “De Conversa em Conversa Avançamos” da Rede Feminista terá início com a primeira roda de conversa organizada pela regional do Pará, em 28 de maio, às 15h, na Casa das Artes, em Bélem. Dia em que o mundo lembra a Saúde da Mulher e o Brasil a Redução da Mortalidade Materna e Infantil. Durante o encontro será lançado o Almanaque D’Elas.

Brasil e Mortalidade Materna
Com a força das mobilizações feministas que vem de muito tempo, durante o IV Encontro Internacional sobre Saúde da Mulher, junto ao Tribunal de Denúncia e violação dos Direitos Reprodutivos foi evidenciado a magnitude da mortalidade materna. Deste evento ocorrido na Holanda em 1984 o dia 28 de maio tornou-se uma referência mundial de ação pela vida e saúde das mulheres. No Brasil esta data é um marco no combate à mortalidade materna, onde, como muitos outros países, esta situação é um grave problema de saúde pública. Estudos apontam alto índice de mortes de mulheres ligado à inconsistente qualidade técnica das políticas de saúde oferecidas em pré-natal, par
to e pós-parto.

Entre os assuntos das rodas está a informação repassada pela Coordenação Estadual Saúde da Mulher de que, além da Santa Casa, o Hospital de Clínica também dará assistência ao aborto legal, ainda este ano. Equipe do município de Parauapebas esteve em capacitação para também implantar este serviço.

Lançamento do Almanaque Feminista
São 34 páginas com testes de conhecimento, palavras cruzadas e tirinhas, sobre as personagens que se destacaram na luta pelos direitos das mulheres e as atuais bandeiras do movimento. A proposta é aproximar a causa à população em geral e mostrar que para ser feminista não é preciso necessariamente ser ativista, apenas acreditar na igualdade de direitos entre homens e mulheres. Também disponível online.

, , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *