Almanaque D’Elas é lançado em versão eletrônica

almanaque

“Ah! Então, sou feminista” essa é conclusão que a leitora e o leitor terão depois de ler o Almanaque d’Elas. A publicação da Rede Nacional Feminista de Saúde, lançada em 30 de março, ganhou versão eletrônica.

O almanaque traça a trajetória do movimento feminista no mundo, suas personagens e lutas em busca de igualdade. Segundo Clair Castilhos, secretaria executiva da Rede Feminista, a publicação busca quebrar tabus e conceitos antigos que afastam mulheres e homens do movimento em busca de igualdade. “Ao final da leitura, é bem possível que as pessoas cheguem a essa conclusão: “Ah! então sou feminista!”, afirmou.

A publicação será distribuída para as oito regionais e dois pontos focais que formam a Rede Nacional Feminista de Saúde – Pará, Paraíba, Paraná, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal. Esse é desdobramento do projeto “Feminismo em Gestão”, promovido pela Rede Feminista, em parceria com a Casa da Mulher Catarina e com o Fundo Elas.

O conteúdo do Almanaque Feminista é semelhante ao de qualquer outro, com textos, tiras, curiosidades, imagens – conteúdo diverso, abordado com leveza e direcionado ao feminismo. “Com uma abordagem mais popular sobre temas relacionados ao feminismo e à questão de gênero, buscamos atingir o maior número de pessoas, de uma de maneira mais informal e objetiva”, explica a secretaria executiva.

, ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *