Curso Feminismo e Gestão

???????????????????????????????

A universidade também é um espaço voltado à redução das desigualdades e iniquidades sociais. Neste ano, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) incluiu em sua grade de extensão, o curso Feminismo e Gestão, ofertado 100% na modalidade Educação a Distância (EaD). Com 278 inscritos – entre homens e mulheres, o curso iniciou em 12 de fevereiro e segue até 24 de abril.

“A qualificação do trabalho das mulheres e de suas entidades, contribui para a redução das desigualdades sociais, econômicas, políticas e culturais para a construção de um mundo mais igualitário”, afirma Clair Castilhos, secretária-executiva da Rede Nacional Feminista de Saúde.

Segundo Clair, o curso atende a uma demanda cada vez mais intensa a respeito da necessidade de análise e compreensão sobre a sustentabilidade das organizações feministas e de mulheres.

Serão 60 horas de aula, divididas em três módulos que terão como temas Feminismo: origem e contemporaneidade; Direitos humanos das mulheres, saúde, direitos sexuais e direitos reprodutivos; Feminismo frente aos diferentes modelos de gestão: Gestão tradicional, Gestão democrática e Gestão participativa e Sustentabilidade das Organizações Feministas e de mulheres.

Proposto pela Rede Nacional Feminista de Saúde, o curso tem como instituição gerenciadora a Associação Casa da Mulher Catarina, ambas com sede em Florianópolis. O Fundo de Investimento Social (ELAS) e a UDESC são entidades financiadoras.

Na foto, o registro da reunião de planejamento do curso com participação de Clair Castilhos, Sheila Sabag e Ana Maria Sokacheski (representantes da Rede), Marzely Gorges Farias, Vera Márcia Marques Santos (professoras da Udesc), Dhilma Luci de Freitas, Kátia Alexandre e Luciana Kornatzki (tutoras do curso).