Close

LOGIN

Close

Register

Close

Lost Password

Linha do Tempo dos 30 Anos da
Rede Feminista de Saúde

O momento histórico era de luta das mulheres contra a ditadura, pela democracia, por uma nova Constituição que as levasse em conta, por cidadania e reestruturação das garantias civis e políticas. Foi nesse contexto, que mulheres feministas de várias áreas da saúde se reuniram e lançaram como proposta a criação de uma rede que articulasse nacionalmente a ação política pela saúde das mulheres.

O ano de fundação é 1991, mas sua história começa antes, porque se vincula com as trajetórias de mulheres brasileiras em suas ações nacionais e internacionais por cidadania e direitos das mulheres. Com o intuito de colocar em perspectiva esses diferentes momentos, antes e depois do ato de constituição da Rede (em 1991), a nova Linha do Tempo dá um salto e recua algumas décadas, começando em 1975-1985, conhecida como a Década da Mulher, instituída na I Conferência Mundial da Mulher da ONU. Realizada no México em 1975, este evento marca um novo momento na articulação política das mulheres no Brasil e no mundo, e é um período no qual muitas das associadas, fundadoras e co-fundoras da Rede Feminista de Saúde iniciam sua trajetória de militância e ativismo.

A Linha do Tempo Rede Feminista de Saúde 30 anos foi desenvolvida com apoio do Fundo de População das Nações Unidas – UNFPA, a partir do Edital Nas Trilhas do Cairo, sob coordenação da Associação Casa da Mulher Catarina. O processo foi realizado durante os meses de março a agosto de 2021. A pesquisa foi desenvolvida por Morgani Guzzo (Jornalista) e Vanessa R. da Silva (Historiadora). Contou com a colaboração de Leina Peres, Sheila Sabag e Télia Negrão e com a coordenação de Clair Castilhos, presidenta da Associação Casa da Mulher Catarina e de Lígia Cardieri, Secretária Executiva da Rede Feminista de Saúde.